Autocarro que ardeu no túnel do Marão transportava 20 pessoas, nenhuma ferida

Ajustar Comente Impressão

O incidente, confirmado ao PÚBLICO fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) do Porto, não causou vítimas.

Um autocarro de passageiros ardeu no túnel do Marão, no sentido Amarante-Vila Real. Foram todos retirados "com calma" e nenhum ficou ferido, disse à Lusa fonte da Infraestruturas de Portugal.

De acordo com a mesma fonte, em declarações à TVI24, "a situação esteve complicada, porque os bombeiros não conseguiam entrar e os passageiros dispersaram e não paravam de chegar pedidos de ajuda". O autocarro ainda não tinha sido removido do interior do túnel e o sistema de ventilação ainda estava a extrair fumo. O trânsito pode, por isso, ficar cortado durante alguns dias para reparações.

Fonte dos bombeiros de Amarante adiantou que o trânsito no túnel está cortado em ambos os sentidos, e, segundo a GNR, a alternativa é o IP4. "Não houve pânico mas as pessoas estavam apreensivas", descreveu, explicando que só depois de meia-hora ouviram uma mensagem, pelos altifalantes, pedindo aos condutores que fizessem inversão de marcha e abandonassem o túnel pelo lado de Vila Real. Um responsável da empresa proprietária do autocarro, a Rodonorte, fez saber que vai ser aberto um inquérito para se apurar as causas do incêndio.

O túnel abriu em maio do ano passado e tem duas galerias gémeas, cada uma com duas faixas de rodagem e com um comprimento de 5.665 metros.

Comentários