Anatel determina que Oi reformule plano de recuperação judicial

Ajustar Comente Impressão

Estiveram presentes no evento nomes como Nelson Tanure, Hélio Costa, Luis Palha, Demian Fiocca, Ricardo Reisen e Thomas Reichenheim, em representação da Oi, e Elaine Lustosa, pelo lado do BNDES.

O conselho diretor da Anatel divulgou à noite, às 20 horas, a nota que reproduz a posição da agência sobre a reunião que foi travada com os controladores da Oi durante o dia de hoje.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que se reuniu na manhã desta terça-feira com a Oi, disse que a telecom, que está em processo de recuperação judicial, precisa apresentar uma "versão reformulada do plano" para incluir a capitalização de R$ 8 bilhões que pretende fazer a fim de melhorar sua situação financeira. A agência pediu "a minuta do plano, embora se reconheça tratar-se de versão ainda passível de reexame pela companhia, apresenta margem para questionamento sobre sua fiabilidade temporal e de garantias de aporte de capital".

Além da recuperação judicial da operadora, cuja assembleia de credores deverá ocorrer em setembro, a Oi também apresentou detalhes sobre a dívida.

Comentários