Confira análise da imprensa sobre empate do Fluminense diante da Ponte Preta

Ajustar Comente Impressão

FLUMINENSE - Júlio César; Lucas, Nogueira, Renato Chaves e Marlon; Henrique, Orejuela, Wendel e Gustavo Scarpa (Marcos Júnior); Wellington Silva (Matheus Alessandro) e Henrique Dourado (Peu).

Heber Roberto Lopes, auxiliado por Carlos Berkenbrock e Helton Nunes, todos de Santa Catarina.

Na visão do site "Globo Esporte.com", Ponte Preta e Fluminense fecham o primeiro turno no empate sem gols, em Campinas, válido pela Série A do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o Tricolor perdeu a chance de colar no G-6 mas continua bem próximo, apenas dois pontos atrás.

Na etapa final, a Ponte Preta equilibrou as ações.

Os jogadores pontepretanos entraram com uma faixa e camisetas desejando força ao chefe do Fluminense, enquanto a torcida gritou seu nome assim que ele entrou em campo. O treinador também recebeu uma camisa com a mesma frase.

Sem vencer há três jogos, o time campineiro chegou ao segundo empate seguido sem gols em casa - no domingo foi contra o Vasco - e terminou o primeiro turno na 14ª colocação, com 23 pontos. O jornal carioca destacou o seguinte título: "Fluminense faz jogo morno contra a Ponte Preta e empata pela oitava vez no Brasileiro".

O próximo compromisso do Fluminense será na segunda-feira (14), contra o Santos, às 20h, no estádio do Pacaembu (SP).

A Ponte iniciou o jogo trocando passes no campo de ataque, enquanto o Flu encontrava dificuldades para avançar. O goleiro Júlio César não fez nenhuma defesa nos primeiros 45 minutos. Aos 10, Gustavo Scarpa respondeu. Aos 29, a finalização de Henrique Dourado que desviou no zagueiro Luan Peres acertou o travessão.

PONTE PRETA - Aranha; Jeferson (Nino Paraíba), Marllon, Luan Peres e Danilo Barcelos; Naldo, Jadson (Claudinho), Jean Patrick e Léo Artur (Felipe Saraiva); Lucca e Emerson Sheik.

Comentários