Umaro Baldé: "Nem por 25 milhões saio do Sporting"

Ajustar Comente Impressão

De acordo com o Relatório e Contas do Sporting referente a 2016/17, Bruno de Carvalho recebeu, como presidente da SAD 'leonina', perto de 183 mil euros. Já o costa-marfinense custou 7,2 milhões, mas os leões apenas ficaram com 70% do passe do avançado, o que, proporcionalmente, avalia o negócio acima dos dez milhões de euros. Acresce ainda a de Rúben Semedo, para o Villarreal, que subiu esse valor para os 92,9 M€.

Nota também para a retenção de 17 milhões em receitas das competições da UEFA, devido ao caso Doyen.

O volume de negócios mais do que duplicou na época passada: fixou-se em 173 milhões de euros, face aos 77 milhões no período homólogo.

No campo dos gastos, houve um agravamento de 78 para 97 milhões de euros, sobretudo devido a efeitos no campo dos custos com salários, mas a sociedade recusa estar a quebrar a perspectiva de contenção de custos que tem vindo a implementar.

Comentários