Cruzeiro bate Chapecoense na Arena Condá — Brasileirão

Ajustar Comente Impressão

Jandrei; Apodi, Douglas Grolli, Fabrício Bruno e Roberto (Diego Renan); Moisés Ribeiro, Canteros, Seijas (Julio Cesar) e Arthur (Penilla); Wellington Paulista e Túlio de Melo. Com isso, o jogador vira desfalque para o Cruzeiro para o jogo contra a Chapecoense, marcado para as 19h deste domingo, na Arena Condá.

O próximo compromisso do Cruzeiro será no domingo (17), contra o Bahia, no Mineirão. A equipe segue neste sábado para Chapecó.

A tendência é que o técnico Mano Menezes mande a campo a seguinte formação: Fábio; Ezequiel, Digão, Leo (Murilo) e Bryan; Lucas Silva, Nonoca e Arrascaeta; Sobis, Sassá e Raniel. O Cruzeiro, por sua vez, era liderado por Arrascaeta e chegava ao ataque com facilidade em bolas no chão e pelo centro. Um pouco depois, num contra-ataque do Cruzeiro puxado por Diogo Barbosa, que fez boas ultrapassagens pela defesa adversária, a bola foi cruzada na área em frente ao gol e foi desviada para escanteio.

A Chapecoense respondeu em uma das melhores chances do time no primeiro tempo, com uma cabeçada forte de Arthur para fora, que passou muito perto do ângulo esquerdo de Fábio, após cobrança de falta. No lance seguinte, Rafinha arriscou de longe e Jandrei pegou sem sustos.

A Chapecoense voltou pressionando, testando Fábio com chutes a longa distância.

Além da assistência, Raniel fez o segundo tento do Cruzeiro.

A costumeira pressão que a Chape costuma fazer sobre seus oponentes, quando joga em casa, apareceu com mais intensidade no começo do jogo.

Bem postado taticamente e conseguindo fechar os espaços, o Cruzeiro encontrou seu segundo gol após bola cruzada aos 17min. O árbitro anunciou quatro minutos de acréscimo e apitou o fim da partida.

Comentários