Dois regressos, uma estreia e várias ausências para a Luz — Paços Ferreira

Ajustar Comente Impressão

Rui Vitória fez a antevisão ao encontro do Benfica com o Paços de Ferreira e falou sobre a suposta crise dos encarnados.

O Paços de Ferreira saiu derrotado da última partida, frente ao Leixões para a Taça da Liga, mas o treinador dos castores lembra que são competições distintas. Sabemos o que temos de fazer, vimos de três jogos sem perder na Liga e queremos consolidar esse momento.

Contudo, Vitória foi mais longe e respondeu, ainda que indirectamente, ao treinador dos "dragões": "Em crise está quem não ganha há muitos anos". O primeiro título deste ano foi ganho pelo Benfica. O FC Porto tem mais um jogo mas tem já oito pontos de avanço e o Sporting, que joga antes, tem cinco de vantagem sobre as águias, quartas classificadas (13 pontos). "Todas as pessoas passam por uma fase menos boa e vamos ultrapassá-la", explicou.

"O Paços tem sempre equipas muito organizadas e vem com uma onda positiva por ter vencido o último jogo. Mas temos uma vontade muito grande de jogar e queremos muito ganhar", afirmou.

Guarda-redes: Mário Felgueiras e João Pinho.

Por outro lado, Rui Vitória admitiu que Fejsa é um jogador importante para equipa, mas rejeitou que haja qualquer dependência do médio sérvio.

"Se há uma coisa que temos aqui é a consciência dos momentos que temos vivido". Estamos a falar de um jogador que foi campeão nos últimos 10 anos.

Confirmando que Pedrinho e Defendi são baixas certas para a deslocação ao Estádio da Luz, Vasco Seabra abordou ainda a nomeação de Carlos Xistra para o jogo, que mereceu recentemente críticas da parte do presidente da SDUQ do clube pacense.

Comentários