Em momento de pressão Flamengo enfrenta o Coritiba

Ajustar Comente Impressão

"O torcedor tem todo o direito de fazer essas cobranças". O retorno ao Rio de Janeiro e os próximos treinos poderão ser ainda mais tensos no caso de derrota no Sul. Para esta partida importante, o técnico Marcelo Oliveira não tem desfalques e conta com os mesmos jogadores dos últimos dois jogos para encarar o time carioca. Não só os resultados desapareceram, mas o desempenho do Rubro-Negro caiu bastante.

No próximo domingo (19), o Flamengo enfrenta o heptacampeão Corinthians, às 17h (de Brasília), na Ilha do Urubu.

A oscilação da equipe comandada pelo técnico Reinaldo Rueda tem custado caro. "O Flamengo sabe que precisa melhorar em alguns aspectos e estamos trabalhando muito para conseguirmos atingir os nossos objetivos".

CARTÕES AMARELOS - Cléber Reis, Thiago Carleto e Rildo (Coritiba); Diego Alves, Renê, Cuéllar, Lucas Paquetá e Vinícius Junior (Flamengo).

Em termos de escalação, Rueda não antecipou o time do Rubro-Negro, mas mudanças devem acontecer. Aos 11 minutos, Carleto arriscou um petardo da intermediária e carimbou a zaga carioca pelo caminho. Ele será o parceiro de Rhodolfo. O jogador vêm direto da Inglaterra, pois, estava com a Seleção Brasileira. Neste caso, Felipe Vizeu voltaria ao banco e Lucas Paquetá jogaria mais avançado.

A equipe do Coxa lutando contra o rebaixamento ver o jogo contra o Flamengo como fundamental na reta final, portanto, é vencer ou vencer para o alviverde paranaense.

O Rubro-Negro dominava as ações diante de um Coxa fechado, tentando se defender do jeito que dava, ajudado pela dificuldade do Flamengo no último passe.

O goleiro Wilson destacou a importância de chegar à pontuação necessária para não correr mais riscos.

Desta maneira, caso o Coxa vença o Galo e baianos e paulistas percam para Cruzeiro e Fluminense, respectivamente, o time alviverde sela a permanência na elite com duas rodadas de antecedência.

A derrota mantém o Rubro-Negro com 50 pontos, fechando a rodada na sétima colocação, na frente do rival Vasco, que é o oitavo, apenas pelo saldo de gols (8 para o Fla contra -7 do Cruz-Maltino).

O técnico Marcelo Oliveira tem força máxima para esse confronto. O centroavante vai para o terceiro jogo consecutivo desde que se recuperou de um problema muscular e pode ser poupado. Porém, a tendência é que o atacante Kleber volte a atuar como titular no lugar de Henrique Almeida, que vem de apresentações fracas. Henrique Almeida empatou no minuto final da primeira etapa.

Comentários