Petrobras reduz diesel em 2,3% e gasolina em 3,9% nas refinarias

Ajustar Comente Impressão

Os preços do etanol hidratado subiram em 16 Estados e no Distrito Federal na semana passada, segundo a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Em dez unidades da federação houve recuo.

O preço mínimo da gasolina comum em Fortaleza, conforme já havia publicado o Diário do Nordeste na semana passada, voltou a ficar abaixo dos R$ 4, a R$ 3,97. O valor médio por litro passou de R$ 4,221 para R$ 4,212 na semana encerrada no dia 10.

Com o reajuste, a alta acumulada de lá para cá nos preços do derivado de petróleo, que chegou a superar 20% em alguns momentos, está agora em 6%. Na média brasileira, o preço do etanol nos postos brasileiros pesquisados pela ANP acumulou aumento de 2,55% na comparação mensal. O menor preço médio estadual foi de R$ 2,566 o litro, também foi em Mato Grosso e o maior preço médio também ocorreu no Rio Grande do Sul, de R$ 3,993 o litro.

Gasolina. Já o preço médio da gasolina nos postos recuou em 17 Estados na semana passada, segundo a agência.

Em Mato Grosso, onde o etanol é o mais competitivo, o biocombustível é vendido em média por 60,48% do preço da gasolina.

Também em queda, o preço do gás de cozinha terminou a semana passando de R$ 67,22 para R$ 67,07.

A Petrobras iniciou a sexta-feira com redução de 3,9% nos preços da gasolina nas refinarias, o maior corte desde o de 5,9% observado em 1º de julho do ano passado, quando a estatal colocou em prática uma nova sistemática de formação de cotações dos combustíveis.

Comentários