Acrobata do Cirque du Soleil morre após queda em espetáculo na Florida

Ajustar Comente Impressão

O acrobata francês de 38 anos Yann Arnaud morreu no sábado durante um espectáculo do Cirque du Soleil depois de cair enquanto fazia acrobacias aéreas, pendurado em fitas.

"A grande família do Cirque du Soleil está em choque e devastada com esta tragédia", declarou, num comunicado, Daniel Lamarre, presidente do grupo. Arnaud foi socorrido ainda no palco, recebeu atenção médica e foi levado para um hospital próximo, onde acabou falecendo.

O CEO do Cirque du Soleil, disse que Yann Arnaud trabalhava no grupo de entretenimento, um dos mais famosos do mundo, há mais de 15 anos e que ele era um artista amado por todos aqueles que tiveram a oportunidade e a felicidade de o conhecer. As duas últimas performances de VOLTA, que seriam realizadas em Tampa no domingo (18), foram canceladas.

No mesmo comunicado, o Cirque du Soleil afirmou estar preparado para colaborar com as autoridades de forma a esclarecer as causas do acidente.

Uma das pessoas que estava assistindo ao espetáculo, Julien Martinez, testemunhou o acidente e disse à filial da CNF WFLA que momentos antes de o acrobata cair, ele se "estava se esforçando para segurar a corda". Em junho de 2013, a também acrobata aérea Sarah Guillot-Guyard morreu depois de ter caído durante um espetáculo no Casino de Las Vegas.

Com informações da Reuters.

Comentários