Delegado da PF morre após ser baleado em assalto na própria casa

Ajustar Comente Impressão

Um delegado da Polícia Federal (PF) foi baleado dentro da própria residência no Morumbi, bairro nobre da zona sul de São Paulo, nas proximidades do Palácio dos Bandeirantes, na manhã desta segunda-feira, dia 14. Na troca de tiros, o delegado e mais um ladrão foram baleados. O delegado Mauro Sérgio Salles Abdo foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital.

"Um vizinho ouviu os disparos dentro da casa e acionou a polícia". Neste momento, houve troca de tiros. "Quando eles avistaram as viaturas, foram para os fundos, pulando para outras casas vizinhas".

A PM realizou um cerco na região com o auxílio de um helicóptero. Os dois suspeitos foram detidos após não conseguirem pular um dos muros.

O policial foi levado em estado grave para o Hospital Israelita Albert Einstein, no Morumbi, onde acabou morrendo. Com eles foram apreendidos um revólver e uma pistola.

Segundo o major da Polícia Militar Marcelo Tasso, os dois bandidos relataram ter entrado no fim da tarde de domingo em uma mansão abandonada ao lado da casa do delegado.

De acordo com o tenente Oliveira, a mulher do delegado e uma terceira pessoa estavam na residência durante o tiroteio. A Polícia Federal lamentou o caso em nota divulgada pela manhã.

O Sindicato dos Delegados de Polícia Federal do Estado de São Paulo (SindpfSP) divulgou um comunicado no qual diz que a "diretoria está acompanhando o caso para que os criminosos sejam responsabilizados e encarcerados". Com mais de 32 anos de atuação, an PF, o delegado encontrava-se atualmente lotado na delegacia de Repressão e Combate aos Crimes Previdenciários.

Comentários