Facebook suspende 200 aplicativos investigados por uso de dados de usuários

Ajustar Comente Impressão

O Facebook está em pleno vapor para cumprir as promessas que Mark Zuckerberg fez em seu depoimento ao Senado americano.

O vice-presidente de parcerias de produtos do Facebook, Ime Archibong, disse que a investigação quer determinar se os aplicativos utilizam de maneira irregular os dados coletados. A iniciativa faz parte do conjunto de respostas ao escândalo do uso de dados dos usuários da rede social pela consultoria política Cambridge Analytica.

"Temos grandes equipes de especialistas internos e externos que trabalham duro para analisar esses aplicativos o mais rapidamente possível, e até agora, milhares de aplicativos foram investigados e cerca de 200 foram suspensos", explicou Archibong.

As revelações sobre Cambridge Analytica desencadearam investigações nos dois lados do Atlântico e levaram o Facebook a reforçar suas políticas sobre como compartilhar e acessar dados pessoais.

Por fim, Archibong completa informando que o número de aplicativos banidos deve subir, até todos eles serem ivestigados, um a um, e isso tomará algum tempo.

A auditoria foi uma das medidas anunciadas pela rede social como resposta ao público sobre o vazamento de informações confidenciais para empresas.

Comentários