Nasa planeja enviar mini-helicóptero a Marte

Ajustar Comente Impressão

O Mars 2020 deverá ser lançado em julho de 2020, e sua chegada à superfície de Marte está prevista para fevereiro de 2021.

A NASA anunciou uma nova missão para aprender mais sobre o nosso vizinho Marte. Afinal, fazer um helicóptero obter sustentação em uma atmosfera tão rarefeita quanto a de Marte não é um desafio trivial.

O programa teve início em outubro de 2013, como um projeto de desenvolvimento de um dos laboratórios da NASA, o Jet Propulsion Laboratory. A NASA precisava determinar se essa tecnologia era realmente viável e se a agência tinha dinheiro suficiente em seu orçamento para incluir o helicóptero, de acordo com o Spaceflight Now.

"Depois dos irmãos Wright provarem, há 117 anos, que voos controlados, sustentados e controlados são possíveis aqui na Terra, outro grupo de pioneiros americanos poderá demonstrar que o mesmo pode ser feito em outro mundo", afirmou Thomas Zurbuchen, administrador associado da missão científica da Nasa em Washington.

Nenhuma nação jamais voou em um helicóptero em Marte antes. E isso pode significar que é possível enviar futuros veículos voadores a Marte para explorar locais de difícil acesso.

O equipamento pesa menos de 1,8 quilos e foi batizado de "O Helicóptero de Marte". O helicóptero também tem lâminas gêmeas que giram 10 vezes mais rápido que o helicóptero do nosso planeta.

Se falhar, isso não afetará a missão de Marte 2020. Assim que o robô pousar na superfície do planeta, ele encontrará um bom lugar para pousar o helicóptero, posicioná-lo e depois ir para longe.

A agência americana ainda destaca que o helicóptero marcará a primeira tentativa da humanidade de pilotar uma aeronave mais pesada que o ar - em uma atmosfera muiro diferente da encontrada aqui na Terra.

Os planos estão a ser feitos para um teste de voo de 30 dias, com cinco voos com incrementos a cada vez, até algumas centenas de metros.

"A NASA tem uma gloriosa história de descobertas". Um dos principais objetivos da missão é a produção de oxigênio em Marte, visando uma futura exploração.

Comentários