Lucro líquido aumenta 43% no 1º trimestre, para US$ 8,53 mi — Adecoagro

Ajustar Comente Impressão

As empresas de capital aberto registraram alta de 7,43% no lucro líquido no primeiro trimestre deste ano na comparação com igual período do ano passado, segundo levantamento da Economatica, empresa de informações financeiras.

O Ebitda gerencial [um indicador financeiro que representa quanto uma empresa gera de recursos através de suas atividades operacionais, sem contar impostos e outros efeitos financeiros], que é o lucro líquido antes dos impostos, das despesas financeiras líquidas e das despesas de depreciação, amortização e receitas, mostrou queda de 41%, caindo de R$ 1,5 bilhão no acumulado janeiro/março de 2017, para R$ 880 milhões no primeiro trimestre deste ano.

Na ponta negativa, dentre os 26 setores analisados, apenas o de construção apresentou prejuízo no primeiro trimestre, de R$ 482,9 milhões.

Vale ressaltar aqui a Petrobrás, que está sendo entregue a preço que antigamente chamávamos de banana, mas que hoje chegou ao absurdo de um refrigerante com barril a 4 R$. O resultado é o atribuído aos sócios controladores, base para a distribuição de dividendos.

Um destaque positivo no balanço foi o crescimento de 6% na receita operacional líquida gerencial, que subiu de R$ 6,674 bilhões para R$ 7,064 bilhões.

No segmento de açúcar, etanol e cogeração de energia a partir de cana, o Ebitda ajustado cresceu 58,6% ante o primeiro trimestre de 2017, para US$ 48 milhões.

Comentários