Seleção feminina de vôlei perde para Alemanha na Liga das Nações

Ajustar Comente Impressão

A seleção brasileira de vôlei masculina vai disputar, a partir do dia 25 de maio, a Liga das Nações.

Diferente da estreia, Zé Roberto saiu contente com o resultado de sua equipe nesta quarta-feira, após a vitória por 3 a 1 sobre o Japão, no Ginásio José Corrêa, em Barueri. O próximo desafio do Brasil no torneio é contra a Sérvia na próxima rodada, mais uma vez em Barueri.

O Brasil começou o primeiro set apresentando problemas semelhantes aos do jogo com a Alemanha.

No segundo set, Zé Roberto continuou dando sequência ao rodízio. "Agora, a gente tem coisas a melhoras na distribuição, no posicionamento, várias coisas", completou Zé Roberto Guimarães, que encerra a primeira semana de disputas na Liga das Nações nesta quinta-feira, contra a Sérvia, atual vice-campeã olímpica. Ainda longe de sua melhor forma, Gabi foi substituída.

O equilíbrio voltou a aparecer no terceiro set, com destaque para um rali que durou mais de 30 segundos e terminou com ponto japonês.

No set decisivo, as japonesas passaram a apresentar mais erros do que no restante da partida. A diferença não parou de aumentar, com o Japão errando cada vez mais e tudo dando certo para o time de Zé Roberto.

O duelo marcou a estreia da pernambucana Jaqueline Carvalho como líbero. No final, vitória tranquila por 25 a 11.

Depois da Liga das Nações, a seleção feminina disputará outras três competições em 2018: Copa Pan-Americana, entre os dias 6 e 15 de julho, Montreux Volley Masters, entre 4 e 9 de setembro, além do Mundial, no Japão, de 29 de setembro a 20 de outubro. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso.

Comentários